Aromaterapia para Dores Musculares e Articulares: Como Esportistas e Não Esportistas Podem Se Beneficiar

 em Esportes

O que é a Aromaterapia?

A aromaterapia [1] é a utilização terapêutica dos extratos aromáticos das plantas, ou seja, dos seus óleos essenciais. É uma terapia complementar natural de qualidade superior que se baseia nas propriedades terapêuticas das moléculas químicas dos óleos essenciais [2].

De prodigiosa eficácia, a Aromaterapia complementa as abordagens terapêuticas no tratamento de vários desconfortos que acometem com frequência os esportistas (pela grande solicitação dos músculos e articulações) e as pessoas em seu cotidiano, tais como: dores articulares, musculares e reumáticas; inflamações de músculos e articulações, distensões; dores nas costas; torcicolos; dores nas articulações dos ombros, cotovelos, joelhos e pés; tendinites; bursites; pernas pesadas; retenção de líquidos (inchaços); picadas de insetos; celulite, traumatismos decorrentes de pancadas e quedas; problemas digestivos; insônia e muitos outros desconfortos.

Qual os benefícios da Aromaterapia para Dores Musculares e no Dia-a- Dia?

A aromaterapia contribui para melhorar a qualidade de vida das pessoas no cotidiano [3] de modo natural e eficaz. Devido ao grande poder de permeação cutânea dos óleos essenciais os resultados aparecem rapidamente. 

Por ser natural, muito eficaz nos resultados e basear-se em dados científicos sólidos confirmados tanto pela clínica quanto pelos laboratórios, a utilização dos óleos essenciais com finalidades terapêuticas está em plena expansão no mundo.

Os Óleos Essenciais Para Tratamento de Dores Musculares, Articulares e Reumáticas

oleos-essenciais-indicacao

Os óleos essenciais contêm numerosos compostos químicos aromáticos. Alguns óleos essenciais possuem princípios ativos com grande e comprovada eficácia científica no alívio de dores inflamatórias musculares, articulares e reumáticas. Entenda mais sobre a atuação dos Óleos Essenciais 

Suas moléculas atuam diretamente contra a dor, o edema e a inflamação dos tecidos notadamente no nível das articulações e músculos.

Previamente selecionados e diluídos, eles podem ser aplicados sobre a pele para atenuar as dores, a inflamação, o edema e aliviar com grande eficácia os músculos e as articulações doloridos [3].

Por estas características alguns óleos essenciais são muito indicados para o tratamento natural e eficaz das lesões do esportista. Eles contribuem para a melhora de suas performances e do seu bem-estar, podendo ser usados com tranquilidade porque não estão na lista de produtos dopantes [1].

Como a Aromaterapia pode auxiliar o Esportista e Não-Esportista?

  • Promover a analgesia aliviando a dor;
  • Reduzir as inflamações;
  • Reduzir o edema (o que também contribui para o alívio das dores);
  • Relaxar a musculatura;
  • Aumentar a amplitude de movimento das articulações
  • Acelerar a recuperação dos traumatismos de modo a contribuir para o restabelecimento da incapacidade funcional de algum membro afetado pela atividade esportiva ou outras, permitindo um retorno mais rápido aos treinos e/ou à prática das atividades do dia a dia.

Dúvida Frequente:

Como os Óleos Essenciais atuam para aliviar dores de traumas esportivos e dores articulares?

A via cutânea é uma via privilegiada de aplicação dos óleos essenciais. Por serem lipofílicos eles atravessam rapidamente a barreira cutânea. Prática e eficaz, essa via é particularmente indicada para tratar dores musculares, articulares e problemas circulatórios [4]. Conheça as 5 Principais Dúvidas Sobre Óleos Essenciais no Esporte

Indicações:

Devido às suas propriedade anti-inflamatórias, analgésicas, relaxantes musculares e antirreumáticas, os óleos essenciais presentes no óleo MOVIMENTO auxiliam no tratamento de:

  • Dores musculares,
  • contrações musculares,
  • inflamações [1,3,5,9,10,12];
  • Cãibras [1];
  • Torções [1,5,11,12];
  • Estiramentos [9];
  • Tendinites [1,3,5,9];
  • Artrose [1,3,12,13,14);
  • Artrite [1];
  • Fibromialgia [15,16].

Conhecendo os Óleos Essenciais:

Óleos Essenciais Presentes no óleo Movimento e Principais Indicações:

Movimento Bleuet Oleos Essenciais

Gaultéria: É o óleo dos esportistas [1,5]. É composto de mais de 99% de salicilato de metila. Predominam os efeitos anti-inflamatórios e antálgicos. Interessante para o tratamento de dores articulares e musculares, entorses, tendinopatias, câimbras e contrações musculares. Também possui propriedades antiespasmódicas e vasodilatadoras [3].

Eucalipto Citriodora: Rico em aldeídos terpênicos possui grandes propriedades anti-inflamatórias, antirreumáticas, antálgicas, antiespasmódicas, antiedemaciante. [6,7]. Indicado para todas as patologias musculo-articulares (artrite, bursite, tendinite, ciático) [1,3].

Lemongrass: Rico em aldeídos terpênicos possuem propriedades anti-inflamatórias e antálgicas [3].

Cedro da Virgínia: Possui propriedades antirreumáticas, analgésicas e anti-inflamatórias [3].

Cipreste:  Ação circulatória, antiedema [3].

Menta: Indicado para dores tendinosas e articulares. Efeito antálgico e anti-inflamatório, antiedema [3].

Alecrim: Ação anti-inflamatória, antiedemaciante e antálgico [3]

Lavandim: Ação anti-inflamatória, antiespasmódico poderoso, relaxante muscular [4,4.1].

Pinheiro da Sibéria: Ação anti-inflamatória, analgésica, antirreumática.

Katafray: Rico em sesquiterpenos, possui propriedades anti-inflamatórias e anti-oxidantes [8].

 

Referências Bibliográficas

[1] Bruno Dalier. L´aromathérapie chez le sportif: conseil et prise en charge à l´officine. Sciences pharmaceutiques. 2016. <dumas-01411312>

[2] Jayant Shankar Raut, Sankunny Mohan Karuppayil. A status review on the medicinal properties of essential oils. 2014. Industrial Crops and Products 62, p. 250-264.

[3] Cazau-Beyret Nelly. Prise em charge des doulers articulaires par aromathérapie et phytotherapie. Th. Doct. Phar, Université Toulouse III; 2013;

[4] Audrey Gainard. Lavandes e lavandin, utilisation en aromathérapie: enquête auprès pharmaciens d´officine. Science phamaceutiques. 2016. <dumas_01304457>

[4.1] Belmont M.: Lavandula angustifoilia M., Lavandula latifólia M., Lavandula x intermedia E.: études botaniques, chimiques et thérapeutique, Thèse faculté de pharmacie, Grenoble, 2013.

[5] Couic Marinier F., Frank P.-X. Sportifs: Boostez vos performances au naturel, Paris, 2014. ISBN: 978-2-7466-7145-4

[6] Tolba H. et al. “Essential oil of Algerian Eucalyptus citriodora: Chemical composition, antifungal activity”. J. Mycol. Médicale (En ligne). Décembre 2015. Vol. 25, no 4, p. e128-133. SILVA J. et al.

[7] SILVA J. et al. “Analgesic and anti-inflammatory effects of essential oils of Eucalyptus”. J. Ethnopharmacol. Décembre 2003. Vol. 89, no 2-3, p. 277-283.

[8] Afoulous S, Ferhout H, Raoelison Eg, et al. Chemical composition and anticâncer antiimflammatory, antioxidante and antimalarial activities of leaves essential oil of Cedrelopsis grevei, Food Chem. Toxicol. 2013;56: 352-362.

[9] Chaduteau P., Paris L. Premiers soins du sportif. L´abecedaire complet des blessures. Amphora, Paris, 2000, 160 pages.

[10]DE Labareyre H. “Lésion musculaire du sportif”. Ver. Prat. 2002.

[11] Van Driessche S. “L´entorse de la cheville”. Concours Méd. 2004. Vol.126, no 6, p. 321-326.

[12] Pouzaud F. “ Traumatologie du sportif”. Cah. Prat. Monit, Pharm. Lab. 2002. no 2439.

[13] Baron Dominique. L´arthrose: de la clinique au traitement. MED´COM, 2011, 282 pages.

[14] Chaumier R. Prise em charge de l´arthrose: interêt potentiel des traitements non allopatiques. Th. D. Phar, Lyon1; 2010;

[15] Liptan GL. Journal of bodywork and movement therapie, 2010 Jan; 14(1):3-12. Fascia: A missing link in our undestanding of the pathology of fibromyalgia.

[16] Klingler, W., Velders, M., Hoppe, K., Pedro, M. & Schleip, R. (2014). Clinical relevance of fascial tissue and dysfunctions.

 

Postagens Recentes
0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar