Aromaterapia e Yoga: Como Aliar Essas Duas Práticas Em Passos Simples

 em Conhecendo a Aromaterapia

Yoga e aromaterapia são dois assuntos que, a priori, não têm nada em comum. Entretanto, se olharmos com mais atenção, veremos que essas duas práticas estão bem mais próximas do que poderíamos imaginar. Por que? Porque o yoga e os óleos essenciais atuam ativamente sobre o corpo e sobre as emoções, cuidando do indivíduo em sua inteireza. Essas qualidades da aromaterapia e do yoga, quando associadas, potencializam os benefícios de cada uma, individualmente.  Veja como!

O Yoga: O Que É e Benefícios Para o Corpo

O yoga é uma prática milenar que remonta há mais de 5000 anos e trabalha a saúde e o bem-estar do corpo e do espírito. Há séculos, é praticado pelos benefícios e efeitos terapêuticos que promove. Sua eficácia é reconhecida por inúmeros terapeutas e médicos.

Notoriamente, o yoga melhora a qualidade do sono e a qualidade de vida de pessoas saudáveis ou acometidas por doenças. Auxilia nos tratamentos de asma, problemas cardiovasculares e musculoesqueléticos. Proporciona relaxamento mental e muscular. Alguns dos benefícios mais conhecidos do yoga é o de ajudar a baixar a pressão sanguínea, a diminuir o ritmo cardíaco e a fortalecer o sistema imunológico.

Além de aumentar capacidade de concentração, a prática do yoga tem um efeito calmante sobre as emoções, auxiliando, eficazmente, na luta contra o stress, a ansiedade e a angústia. Isso se deve, inclusive, pelo fato de ela estimular a produção de substancias neuronais associadas ao bem-estar.

O yoga se caracteriza por exercícios respiratórios, alongamentos, flexões e torsões. A sua prática melhora a elasticidade e torna os movimentos do corpo mais graciosos e ágeis. Ele é, sem dúvida, uma forma de exercício que exige concentração e força física. O yoga demanda esforço pessoal e leva à perseverança e à concentração. Ele combina a força física e o poder do espírito para regular os fluxos de energia a fim de aliviar o corpo de toda forma de stress e tensão.

A prática do yoga é um momento de repouso, uma pausa, na agitação do dia-a-dia: stress profissional, familiar ou ligados a problemas de saúde. O yoga auxilia seus praticantes a gerenciarem os problemas cotidianos e a manterem a boa saúde. Ele pode ser praticado por crianças, pessoas idosas, pessoas estressadas, pessoas saudáveis, mulheres grávidas, atletas… E pode ser feito em qualquer lugar: em casa, em academias, em parques, em clínicas de saúde…

As posturas do yoga trabalham todo o corpo e firma cada músculo. A meditação e a consciência da respiração são dois elementos importantes do yoga. Unindo os seus benefícios às propriedades terapêuticas dos óleos essenciais, obtém-se ainda uma maior harmonia do corpo e de suas emoções.

Aromaterapia e Yoga: Por que Aliar?

bleuet-campo-oleos

O yoga e a aromaterapia são duas práticas que caminham maravilhosamente bem juntas. O uso dos óleos essenciais, assim como o yoga, promove o relaxamento mental e corporal, favorecendo o bem-estar emocional e físico. Os perfumes naturais dos óleos essenciais, bem como a ação de suas moléculas bioquímicas em nosso corpo, estimulam as emoções, atuam sobre o organismo, aliviam o stress e proporcionam mais saúde e bem-estar, inclusive, aliviando músculos e articulações sensíveis.

A associação de yoga e aromaterapia potencializa os efeitos de cada uma dessas práticas individualmente consideradas. Recentes estudos demonstram os benefícios dessa combinação.

Os benefícios da Aromaterapia

Se você ainda não conhece a Aromaterapia, leia nosso artigo Aromaterapia Sem Mistérios

A aromaterapia é utilizada há séculos. Graças à ciência moderna e à possibilidade de estudar a estrutura molecular das plantas aromáticas, esta disciplina ganhou muita credibilidade nos últimos anos. Hoje se conhece a ação específica das plantas. Por exemplo, sabe-se que a lavanda possui propriedades calmantes e que, por isso, pode contribuir para um bom sono. A canela é estimulante, etc.  Existem também as sinergias que são compostas de vários óleos essenciais que visam a complementar as propriedades de outros e a criar odores com múltiplos benefícios. O uso dos óleos essenciais em sinergia é a proposta da Bleuet.

As maneiras de usar a aromaterapia são múltiplas. A aromaterapia pode ser usada pelo uso dos aromas dos óleos essenciais, para criar uma atmosfera global a fim de favorecer um determinado estado de espírito. Ou ela pode ser usada considerando a ação das propriedades das moléculas dos óleos essenciais em nosso organismo, para os cuidados com a saúde do corpo.

Quando respiramos, as moléculas olfativas dos óleos essenciais passam pelo nariz e atingem o nosso sistema límbico. Ele é o regulador do nosso humor e reage conforme os cheiros com o quais entramos em contato. Os óleos essenciais são um concentrado de moléculas odorantes, por isso, eles têm um grande poder de afetar os nossos estados de espírito. Por causa dessa qualidade, eles são tão utilizados em spas e em ambientes que promovem o relaxamento.

É inegável que aromas dos óleos essenciais podem impregnar as pessoas de bons sentimentos e de pensamentos positivos, promovendo um verdadeiro bem-estar que vem do interior. Mas é preciso insistir que os benefícios da aromaterapia não se restringem ao plano emocional. A aromaterapia não é apenas o uso dos óleos essenciais para perfumar ambientes e criar sentimentos e sensações agradáveis, ela é muito mais do que isso. Os óleos essenciais possuem inúmeras outras propriedades terapêuticas, devido às moléculas bioquímicas que estão presentes em suas composições. Eles são extremamente eficazes nos cuidados com a saúde e muito utilizados contra reumatismos, dores e desconfortos de músculos e articulações.

Como a aromaterapia pode ser associada ao yoga

A aromaterapia pode ser associada ao yoga de várias formas, sugerimos três:

oleos-essenciais-yoga-massagens

1. Difusão atmosférica dos óleos essenciais (ativa ou passiva)

Os óleos essenciais podem ser difundidos nos lugares da prática do yoga para criar um ambiente calmo, relaxante ou estimulante, conforme o que se pretende.

A difusão ativa se faz por meio de um difusor de óleos essenciais. O odor do óleo essencial, a quantidade a ser usada e a duração da difusão devem ser adaptadas às finalidades que se pretende alcançar.

Bônus: 5 Dúvidas Que Você Sempre Teve Sobre Óleos Essenciais

Uma outra modalidade de difusão de óleos essenciais, mais personalizada, é a difusão passiva. Pode-se colocar duas gotas de óleo essencial sobre o tapete de yoga ou sobre as vestimentas. Esses pequenos gestos tem a finalidade de criar uma “bolha olfativa” para beneficiar o praticante com os vapores aromáticos dos óleos essenciais para que eles ajam sobre as suas emoções.

Vários estudos demonstram a ação calmante dos óleos essenciais difundidos na atmosfera ou inalados. Nesses casos, os óleos essenciais agem diretamente no cérebro de quem os inala. A difusão atmosférica, ativa ou passiva, proporciona um grande efeito relaxante.

2. Após a sessão de yoga: a recuperação. A massagem com óleos essenciais.

Mesmo sem forçar os limites, percebemos, no dia seguinte a uma aula de yoga, que os músculos foram trabalhados em profundidade. Melhor ainda, constatamos que quase todos os músculos foram trabalhados: as dores nos confirmam isso. Esse mal-estar pode ser evitado com o uso dos óleos essenciais. Usados em massagens locais, eles trazem um enorme conforto e bem-estar.

Os óleos essenciais aplicados em massagens – sempre diluídos em óleos vegetais – permitem:

– Preparar o corpo para os estiramentos e posturas;

– Recuperar mais rapidamente e prevenir dores;

– Proporcionar bem-estar, conforto e um efeito relaxante imediato;

– Favorecer a meditação e a concentração;

– Favorecer uma boa respiração.

3. O banho aromático

Os óleos essenciais, já diluídos em óleo vegetal, podem ser usados no banho de banheira ou como óleo de banho, após a ducha. Eles auxiliam na recuperação física, acalmam dores e tratam processos inflamatórios.

Óleos Essenciais: Antes, Durante E Depois do Yoga

oleos-essenciais-para-yoga-aromaterapia

Em que momentos devemos utilizar os óleos essenciais para massagens, em relação ao yoga?

Os óleos essenciais podem ser usados nos seguintes momentos:

  1. Antes da aula de yoga para:

– Favorecer o relaxamento;

– Relaxar os músculos;

– Favorecer uma boa respiração.

  1. Durante a sessão de yoga para:

– Manter o relaxamento;

– Manter uma boa respiração;

– Prevenir estiramentos musculares.

  1. Após a sessão de yoga para:

– Facilitar a recuperação e evitar câimbras, encurtamentos;

– Eliminar dores;

– Tratar estiramentos musculares e articulares.

Qual óleo de massagem aromático para uma sessão de yoga?

oleos-essenciais-massagens-yoga

A escolha do óleo de massagem está ligada à finalidade desejada. Conheça aqui alguns protocolos de massagem para Esteticistas

OBJETIVO 1: MASSAGEM RELAXANTE

  1. a)  Se o objetivo for o de relaxamento, deve ser escolhido um óleo de massagem com óleos essenciais que tenham propriedades calmantes e relaxantes.

Antes da prática do yoga, aplique um pouco óleo essencial (já diluído) nos antebraços, nos punhos, têmpora e atrás das orelhas. Os vapores aromáticos vão agir ao atingirem as narinas.

Após a aula de yoga, o seu uso após prolonga a sensação de relaxamento.

OBJETIVO 2: MASSAGEM PARA RECUPERAÇÃO E DESCANSO MUSCULAR

  1. b) Se o objetivo for o de evitar lesões e a recuperação e o descanso musculares, deve ser escolhido um óleo de massagem com óleos essenciais com propriedades antálgicas, antirreumáticas e anti-inflamatórias.

– Antes da prática do yoga, ele deve ser aplicado nas regiões que serão mais trabalhadas, para evitar sensibilizações ou pequenas lesões.

– Após a sessão de yoga, ele deve ser aplicado em massagens sobre as regiões que foram mais solicitadas ou nos locais sensíveis ou doloridos, caso as dores surjam.

É importante salientar que os óleos essenciais sempre devem ser aplicados sobre a pele previamente diluídos em óleos vegetais.

Quais óleos aromaterápicos a Bleuet propõe para um melhor desempenho na prática do yoga?

A Bleuet oferece óleos aromáticos previamente diluídos e prontos para serem usados.

Calma Bleuet Oleos Essenciais

 

 

O Óleo Calma é composto de uma maravilhosa associação de seis óleos essenciais cuidadosamente combinados, em alta concentração, com propriedades tranquilizantes, revigorantes, anti-inflamatórias e relaxantes musculares, que favorecem o sono, ajudam a aliviar as tensões diárias, promovendo bem-estar, equilíbrio e vitalidade. Sua base de óleos vegetais combatem os radicais livres, hidratam e regeneram a pele. Favorecem a harmonia total dos sentidos e a meditação. Pode ser usado em massagens e também como óleo de banho. É um verdadeiro deleite!

 

 

 

Movimento Bleuet Oleos Essenciais

 

 

O Óleo Movimento é uma combinação de 10 óleos essenciais, em alta concentração. Seus princípios ativos, cuidadosamente escolhidos e combinados, são reconhecidos por suas propriedades anti-inflamatórias, analgésicas, relaxantes musculares, desncongestionantes e ativadoras da circulação periférica. Eles ajudam a liberar as tensões articulares e musculares, aliviar e a rigidez. Favorecem a flexibilidade e a amplitude de movimentos.

Postagens Recentes
0

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar

oleos-essenciais-no-dia-a-dia